Muitas vezes, ouvimos alguns nomes e expressões e acreditamos se tratar de uma coisa quando, na verdade, diz respeito a outra totalmente diferente. Saúde Ocupacional é um desses termos. Muitas pessoas não sabem do que se trata até que precisem de um dos serviços que essa área oferece. Para minimizar as suas dúvidas e esclarecer a situação, elaboramos este artigo com algumas informações básicas. Confira!

 

O que é Saúde Ocupacional?

A área da saúde é composta por diversas especialidades, uma delas é a saúde ocupacional, que lida com a saúde voltada ao trabalhador. Os profissionais que se dedicam a essa especialidade possuem as seguintes funções básicas:

 

  • Prevenção de doenças e problemas que possam ter origem devido a fatores do ambiente de trabalho.
  • Criar ações e situações que possam melhorar a qualidade de vida do trabalhador.
  • Oferecer situações que valorizem o bem-estar físico e emocional ao trabalhador.
  • Realização dos exames de admissão e demissão dos funcionários de uma empresa.

 

Toda empresa deve ter o departamento de Saúde Ocupacional?

O ideal é que toda empresa, seja pequena, média ou grande, possua pelo menos um profissional especialista em saúde ocupacional. Isso porque, além dele auxiliar a empresa a proporcionar um ambiente de trabalho mais tranquilo, relaxante e que estimule o bem-estar social, o Ministério do Trabalho fiscaliza e impõe algumas regras com a finalidade de garantir a qualidade de vida do trabalhador.

 

Mas o mais importante, é que as empresas não vejam essa área como uma obrigação devido à fiscalização existente, mas como uma ação vantajosa também para a instituição. A partir do momento que os funcionários estejam num ambiente agradável, eles ficam mais motivados a produzir. Isso sem falar que os índices de licença saúde e acidentes que diminuem consideravelmente.

 

Qual o papel dos empresários na Saúde Ocupacional?

Empresários, empregadores e profissionais de recursos humanos devem aderir à saúde ocupacional como algo de valor para a empresa. Além da implantação dessa área na instituição, devem contribuir observando se o ambiente de trabalho oferece instalações adequadas para os funcionários, minimizando as possibilidades de riscos físicos, ergonômicos, psicológicos, biológicos e químicos, em alguns casos específicos.

 

Uma boa dica é não fazer essa observação sozinho, mas procurar um profissional de Segurança do Trabalho, ele saberá apontar quais as mudanças, desde layout da empresa até uso de equipamentos de proteção individual, que são necessários para garantir um ambiente bom e seguro para trabalhar.

 

Quer ficar por dentro do que acontece nessa área? Dê uma olhada neste site: www.saudeocupacional.org.

Mais informações sobre consultoria em benefícios corporativos em saúde suplementar, você pode entrar em contato com a New Action!