De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde, as doenças respiratórias atingem, em média, 30% da população mundial e especialistas estimam que, até o final do século, metade dos brasileiros deve sofrer com diversos tipos de alergias.

Para evitá-las, é aconselhado fortalecer o sistema imune consumindo regularmente alimentos ricos em vitaminas e minerais, como frutas, legumes, verduras e cereais, porque assim o organismo consegue combater os micro-organismos invasores com maior facilidade.

A boa alimentação e a ingestão de líquidos são fundamentais, tanto para quem está saudável quanto para quem já apresenta algum sintoma de doença respiratória.

Dicas para evitar as doenças respiratórias

– Não fumar, não ficar perto de quem fuma e evitar permanecer em locais fechados com fumaça de cigarro.

– Tomar a vacina contra gripe todos os anos, antes do inverno chegar. Esta vacina é indicada especialmente para idosos e pacientes que sofrem de doenças crônicas, como asma, bronquite e sinusite, por exemplo.

– Manter a casa e o local de trabalho livre de ácaros, tendo o cuidado de limpar tudo, retirando toda a poeira do chão, dos móveis e objetos, lavar regularmente tapetes e cortinas e trocar toda a roupa de cama 1 vez por semana.

– Evitar multidões e locais fechados, mal ventilados porque tendem a acumular vírus, fungos e bactérias que podem ser prejudiciais à saúde.

– Tomar 1 copo de suco de laranja por dia, todos os dias, porque ele é rico em vitamina C, que também melhora as defesas do organismo.

– Manter a umidade do ar porque isto facilita a respiração.

Grupos de risco

Para crianças, a temporada de frio pode ser ainda mais prejudicial e por isso precisam de atenção especial. Além dos cuidados necessários, é importante que os bebês sejam alimentados com leite materno, evitem locais com muita gente e fiquem em ambientes limpos e arejados.

Os grupos com maior vulnerabilidade, ou seja, gestantes, idosos, crianças menores de dois anos e pessoas com doenças crônicas também devem tomar a vacina contra a gripe como medida de prevenção.

Apesar de simples, estes cuidados ajudam a prevenir complicações respiratórias que podem representar um risco para a vida do indivíduo. Por isso, é necessário manter uma vida saudável para que o sistema imunológico fique sempre forte, evitando assim de ficar vulnerável a esses tipos de doenças. Caso perceba algum sintoma, procure um médico para o diagnóstico.