No dia 25 de novembro é comemorado o Dia do Doador Voluntário de Sangue! A data, além de homenagear as pessoas que reservam um tempinho do seu dia para doar sangue, também serve para informar e conscientizar a população sobre a importância dessa ação.

Doar sangue é um ato de solidariedade humana, que ajuda a salvar milhares de vidas todos os dias, através das transfusões de sangue. Atualmente no Brasil, são doadas cerca de 3,6 milhões de bolsas de sangue por ano, segundo dados do Pró-Sangue.

Nesse dia, os Bancos de Sangue de todo o país realizam atividades lúdicas e mutirões de coleta em escolas, hospitais, shoppings, praças e demais espaços de acesso público.

Origem da data

O Dia do Doador Voluntário de Sangue foi estabelecido através do Decreto de Lei nº 53.988, de 30 de junho de 1964, assinado pelo presidente Castello Branco, definindo o dia 25 de novembro – data do aniversário da fundação da Associação Brasileira de Doadores Voluntários de Sangue – como a data oficial do doador de sangue no Brasil.

Os doadores também podem celebrar o digno ato de doar sangue no dia 14 de junho, o Dia Mundial do Doador de Sangue.

Quem pode doar sangue?

Para doar sangue é necessário seguir algumas regras, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS):

– Apresentar documento com foto, válido em todo território nacional;

– Homens e mulheres;

– Ter entre 16 e 69 anos;

– Também podem doar os jovens de 16 e 17 anos, desde que tenham o consentimento formal do responsável legal;

– Ter acima de 50 quilos;

– Não ter Hepatite B, Hepatite C, Doença de Chagas, Sífilis, HIV (AIDS), HTLV;

– Não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores;

– Evitar fumar por, pelo menos, duas horas antes da doação;

– Não é necessário doar sangue em jejum, apenas evitar alimentos gordurosos nas três horas antecedentes à doação;

– Se estiver gripado, esperar no mínimo sete dias para poder doar sangue;

– As grávidas devem esperar entre 90 e 180 dias após o parto para doar sangue;

– Se tiver tatuagem e maquiagem definitiva, deve-se esperar 1 ano do procedimento;

– Após uma doação de sangue as mulheres devem esperar 90 dias para voltar a doar, enquanto que os homens devem esperar no mínimo 60 dias;

Doar sangue é seguro. O procedimento é orientado e acompanhado por profissionais de saúde capacitados e experientes, e todo o material utilizado na coleta é descartável. Doar sangue não faz mal à saúde, não afina nem engrossa o sangue, não engorda nem emagrece e não vicia. O organismo somente repõe (e rapidamente, entre dois e três dias) a quantidade de sangue doada, não fabricando a mais nem menos do que o ser humano necessita.

Ao doar sangue, são realizados gratuitamente os exames: tipo sanguíneo e fator RH; Hepatites B e C; HIV; Sífilis; Doença de Chagas; e HTLV I e II.

Faça uma boa ação que pode ajudar a salvar vidas, doe sangue!